Irregularidades trabalhistas

AddThis Social Bookmark Button

Construtora é notificada por manter menores em trabalho pesado. Empresa também teve alojamento interditado e mantinha 37 funcionários sem CLT.

Uma construtora que presta serviço para obras em Piracicaba foi notificada pelo Ministério do Trabalho e pelo Centro de Referência de Saúde do Trabalhador na manhã desta terça-feira (23/08/2011). Segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria da Construção Civil, que fez a denúncia contra a firma, havia dois adolescentes, de 16 e 17 anos, trabalhando em obras da empresa. Além deles, outros 30 operários trabalhavam sem registro e sete deles estavam alojados em espaço inadequado, no bairro Pacaembu.

Segundo o presidente do sindicato, Milton Costa, a construtora prestava serviços em várias obras da cidade. O sindicato acionou o Ministério do Trabalho e os trabalhadores alojados, vindos da Bahia, foram encaminhados para um hotel. Segundo Costa, seis deles terão a situação regularizada pela empresa e o outro vai voltar para seu estado natal.

Sobre os menores, Costa explica que eles não poderiam em hipótese alguma estar trabalhando nem em regime de aprendiz por se tratar de serviço pesado.

O EP Piracicaba entrou em contato com a empresa Mascheiri Gestão Empresarial, que afirmou que os 37 trabalhadores são, na verdade, empreiteiros, que prestam serviço para eles e, por isso, não tinham registro trabalhista. Sobre os menores, o responsável apenas pediu que o portal entrasse em contato com a advogada da empresa, mas até as 16h o telefone estava fora de área.

 

Fonte: EPTV | http://www.eptv.com.br

 

O espaço abaixo serve para a sociedade debater sobre o tema apresentado na reportagem publicada acima. Não utilize esse espaço para realizar denúncias. Para denunciar, ligue para 3236-3040. Sigilo absoluto!